Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida e Meu Coração Se Deixou Levar

Zé Paulo

Compositor: Não Disponível

Hoje eu vou me banhar na cachoeira
Eita povo de fé, Madureira
Um rio de amor que vai desaguar
Sou Portela, meu coração se deixou levar

A mão divina iluminou
Do solo brotou a essência da vida
A Águia vem da fonte abençoar
O Reino sagrado e o nosso cantar
Entre as antigas civilizações
O Egito ensina a cultivar, com devoção
Herança dos ancestrais no rio que se encontrou
E semeou a mãe natureza
Quem batizou rendeu-se à grandeza

Iara cantou em lua cheia
Tem monstros e cobras, me diz pescador
Dos mananciais surge o predador
Nas águas escuras habita o terror

Abrindo caminhos, traçando destinos
No corre corre daqui
Tem cantoria no ar
Meus desenganos não podem voltar
A poesia das águas me faz viajar
Ao som da valsa contigo eu vou me casar
No Espelho d’água reflete a catedral
O índio guerreiro lutou pelo bem contra o mal
Portela querida és tudo pra mim
Oh mãe padroeira rogamos assim
É d’Oxum, ora yê yê ô é d’Oxum

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital